Case de B.I.: Lançamento Fiat UNO

Publicado em: 23/08/2021
Case de Business Intelligence Fiat Uno

Ok, você quer potencializar seus resultados e alavancar seus negócios e ainda não usa tecnologias a seu favor?
E o Business Intelligence, que tanto conversamos, você ainda não se convenceu de que vale seu estudo? Bom, então vamos lá, mais um artigo da série de cases para ilustrar como um B.I. pode gerar indicadores valiosíssimos para o seu negócio e, portanto, melhorar sua estratégia e aumentar o valor agregado, seja de seu produto ou serviço.

Antes de começarmos, sugiro que, caso  não esteja tão familiarizado com a pauta, leia o nosso artigo “O que é Business Intelligence?” para esclarecer alguns conceitos base. 

Agora sim, podemos começar.

Para os apaixonados por automobilística, o nosso segundo exemplo de case de sucesso é deste segmento. No ano de 2011, o “NOVO UNO”, da FIAT Automóveis,  recebeu o prêmio de melhor carro do ano pela revista “AutoEsporte” (referência no quesito produção de conteúdos acerca do setor automobilístico, abordando novidades, avaliações, comparativos, etc). 

Ao realizar a propaganda de lançamento do UNO 2011, a FIAT encerrou o vídeo com o seguinte slogan “Novo UNO. Novo tudo.” (Link da propaganda), nós só não sabíamos que era tudo mesmo, inclusive alguns dos processos de idealização/construção do carro.

Almejando construir um modelo de carro que fosse “a cara de seus clientes”, a empresa buscou estudar a fundo o comportamento destes para construir o modelo do novo UNO. Mas, considerando a total inviabilidade de realizar análises manuais de tendência de mercado e comportamento de seu público-alvo”, para conseguir as informações que orientariam as decisões relacionadas à produção do referido lançamento,  a FIAT contou com o auxílio de uma  empresa da área: a SAS (Analytics Software & Solutions). 

Foi a partir desta parceria que o “sonho” pôde se tornar realidade. Com a precisão e abrangência de análise, aliadas à competência de cientistas de dados – que não só determinam quais dados são mais relevantes, mas também como estes devem ser “cruzados” para gerar os “indicadores certos” – a SAS pôde proporcionar através do uso de Business Intelligence uma visão minuciosa daquilo que o público da FIAT almejava e , portanto, vários indicadores orientadores de decisão para a empresa.

Bom, como já foi adiantado, o investimento na inovação analítica, declaradamente, não foi em vão! Querem “prova” maior do que o título de carro do ano? 

Enfim, mais um exemplo de como a capacidade de gerir seu próprio banco de dados e analisar, “matematicamente” o contexto no qual você (ou sua empresa) e seu público-alvo se inserem, podem fazer toda a diferença no resultado final, independentemente do setor em questão. 

E, agora, convencidos? Esperamos que tenham gostado! 

Até a próxima…. e caso existam dúvidas entrem em contato! Adoraremos auxiliá-los, o quanto pudermos, nessa jornada de conhecimento!

Leia mais no blog